51.3750.1122

Ponte da Linha Cristina será recuperada através de recursos próprios


Publicado em 25/01/2018 Gabinete do Prefeito Administração Finanças Obras Transporte Serviços Essenciais e Trânsito Fonte: Assessoria de Comunicação/Priscila Oliveira

A nova ponte terá 10 metros de largura por 12 metros de comprimento. Durante o andamento da obra, existirá um desvio ao lado para o tráfego de veículos leves, que será construído com a colocação de galerias.


Após um ano de inúmeras idas e vindas à Porto Alegre, dezenas de contatos realizados, elaboração do projeto da obra e intermediações frustradas junto ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), enfim a recuperação da ponde da Linha Cristina, em Vale do Sol, será iniciada em breve.

O prefeito, Maiquel Silva, juntamente com seus secretários municipais e equipe técnica de planejamento e orçamento, definiram durante reunião nesta semana que a obra será executada através de recursos próprios. Todo o valor será pago através de parte do superávit de 2017.

O custo total do projeto de engenharia está estimado em R$ 407.271,39, podendo ainda diminuir este valor devido ao processo de licitação.

A nova ponte terá 10 metros de largura por 12 metros de comprimento. Durante o andamento da obra, existirá um desvio ao lado para o tráfego de veículos leves, que será construído com a colocação de galerias.

Tentativas - Durante o início do ano de 2017, a grande expectativa era de que o Daer contribuísse com recursos para a construção da ponte, pois o que mais prejudicou e danificou a estrutura foi quando o trajeto da RSC-153 esteve bloqueado, uma vez que todo o tráfego de veículos leves e pesados se deu através do acesso pelo calçamento onde se encontra a ponte. Com isso, foi realizado pedido de convênio em parceria com o Daer e se iniciou a negociação, sendo recusada três vezes. Conforme o prefeito, em novembro a Prefeitura foi informada que além de não ter o valor disponível para auxiliar no projeto, haviam questões políticas que inviabilizaram a parceria no convênio.  “Foi nos dito claramente que do Governo Estadual não sairia recurso para essa obra, pelo fato de também não terem conseguido no governo anterior os recursos junto à Secretaria de Transportes do Estado”, complementa. Sem convênio com o Daer se busca uma nova alternativa: é encaminhado o projeto para o Legislativo de Vale do Sol autorizando a busca de financiamento no Badesul, sendo aprovada. Em 14 de dezembro foi protocolado o projeto de financiamento junto ao Badesul e até a presente data não houve análise do mesmo. Em 22 de janeiro a Prefeitura Municipal desiste do financiamento e a execução acontecerá com recursos próprios do superávit de 2017.

PrefeituraValedoSol
PrefeituraValedoSol
PrefeituraValedoSol